sexta-feira, 12 de junho de 2015



Com grande satisfação, convidamos a todos e a todas para a abertura da exposição fotográfica da artista Jose Kler, que será realizada no dia 19 de junho, às 19h, na Secretaria de Cultura e Turismo (rua XV de novembro, 701). 

A mostra ficará aberta ao público até o dia 17 de julho, de segunda à sexta-feira, no horário das 8 às 14h. 

Participe!

terça-feira, 19 de maio de 2015



Confira as diretrizes encaminhadas pela 3ª Conferência Municipal de Cultura






No âmbito do Sistema Municipal, a Conferência de Cultura constitui-se numa instância de participação social, em que ocorre a articulação entre o Governo Municipal e a sociedade civil, por meio de organizações culturais e segmentos sociais, para analisar a conjuntura da área cultural no município e propor diretrizes para a formulação de políticas públicas de cultura, que comporão o Plano Municipal de Cultura (PMC). 
Com o amplo envolvimento da comunidade e a participação do Conselho Municipal de Política Cultural, este debate terá continuidade ao longo do ano, com audiências descentralizadas, e culminará na construção deste instrumento de planejamento estratégico, que organiza, regula e norteia a execução da política municipal de cultura, na forma de Lei, por um período de dez anos.
No dia 12 de maio a 3ª Conferência Municipal de Cultura deu início a este processo, com a formação de um grande grupo de trabalho, que reuniu gestores, produtores, estudantes, artistas e ativistas de diversos segmentos culturais. Como fruto deste encontro, foram debatidas e aprovadas em plenária as seguintes diretrizes:

▪ Criar a Escola Municipal de Formação em Arte (música, dança, teatro, entre outras) de maneira descentralizada.

▪ Qualificar os espaços/aparelhos artísticos e culturais a fim de usá-los como espaços de ensaio por grupos locais.

▪ Criar programa de intercâmbio cultural, a fim de promover a troca de experiências e práticas entre agentes culturais.

▪ Assistir e orientar os agentes locais no processo de elaboração e execução de projetos culturais, promovendo oficinas prévias aos editais públicos.

▪ Incentivar a criação de uma "Film Comission".

▪ Ampliar o acesso e a formação na área do artesanato na sua relação com a economia solidária.

▪Capacitar/orientar os grupos de matriz afro visando à regulamentação/institucionalização e acesso aos recursos públicos.

▪ Fomentar a capacitação dos agentes para a captação de recursos via renúncia fiscal e financiamento privado.

▪ Promover a difusão da produção artística local em eventos do/no município e em outras localidades (festivais, entre outros).

▪ Prever na estrutura da SECULT produtor (a) cultural através de concurso público.

▪ Criar o Arquivo Municipal para a salvaguarda do acervo documental e de memória, com equipe capacitada e quadro permanente de funcionários.

▪ Capacitar agentes públicos e contratar novos para ações emergenciais relativas ao acervo documental do/no município.

▪ Resgatar os documentos públicos e de interesse público, que hoje se encontram sob a guarda de indivíduos e instituições privadas, garantindo as condições necessárias de salvaguarda.

▪ Promover a formação em Acessibilidade Cultural dos agentes culturais locais.

▪ Qualificar os espaços/aparelhos culturais em relação à acessibilidade.

▪ Promover cursos de qualificação técnica nas áreas de bastidores da produção artística e cultural (iluminação, sonorização, entre outros).

▪ Qualificar os agentes públicos e promover novas alocações de profissionais (via concurso público) para a gestão dos espaços/aparelhos culturais públicos.

▪ Mapear os agentes, instituições e grupos artísticos e culturais no/do município.

▪ Realizar o diagnóstico da situação atual da cultura no/do município

▪ Elaborar as metas do Plano Municipal de Cultura baseado no diagnóstico (situação atual)

▪ Garantir a realização de audiências públicas descentralizadas (interiorização) para subsidiar a elaboração do PMC;

▪ Ampliar progressivamente os recursos públicos investidos na área cultural visando à sustentabilidade do PMC.

▪ Considerar a possibilidade de projetos de pesquisa serem financiados através do FMIC.

▪ Reclamar a função social da propriedade, em especial dos imóveis atualmente em desuso e que podem servir como espaços/equipamentos culturais.

▪ Destinação de percentual mínimo de 1% do orçamento público municipal para o Fundo municipal de incentivo a cultura.

▪ Promover capacitação em elaboração de projetos culturais, em parceria com a Universidade e demais entidades educacionais.

▪ Estabelecer proporcionalidade no volume de recursos destinados aos projetos de cada linguagem ou segmento cultural aprovados pelos editais do FMIC.

▪ Realizar fóruns setoriais bimestrais.

▪ A representação da sociedade civil na Comissão Municipal de Incentivo à Cultura deve ser estabelecida via edital público.

▪ Promover a transversalidade nas políticas públicas da cultura com diversas áreas, conforme a lei do SMC.

▪ Criar portal de transparência do Sistema Municipal de Cultura.

▪  Lançamento de, no mínimo, um edital de fomento à cultura por ano

Jaguarão, 12 de maio de 2015. 


3ª Conferência Municipal de Cultura e Eleição do Conselho Municipal de Política Cultural






 Nos dias  11 e 12 de maio foi realizada a 3ª Conferência de Cultura de Jaguarão, que reuniu gestores  e representantes de diversos segmentos culturais da sociedade civil para o debate sobre as políticas públicas de cultura e, em especial, sobre temas relacionados à construção do Plano Municipal, Programa de Formação na Área e ao Sistema Municipal de Financiamento à Cultura.  O debate girou em torno da regulamentação da Lei 6.102, de 07 de Janeiro de 2015, que dispõe sobre o Sistema Municipal de Cultura de Jaguarão, como o principal articulador das políticas públicas, estabelecendo mecanismos de gestão compartilhada com a sociedade civil, considerando a adesão do município ao Sistema Nacional de Cultura, no ano de 2014.
A abertura do evento, na noite de segunda-feira, emocionou o público presente com a apresentação musical do Instrumental Case, formado por jovens e crianças coordenados pelo Maestro João Carlos, através do programa social da Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação, em parceria com a Legião da Cruz. Entre as autoridades, estiveram presentes o prefeito Cláudio Martins, o vice-Prefeito Lisandro Lenz, o secretário de Cultura e Turismo Alencar Porto, o diretor da Universidade Federal do Pampa  Maurício Vieira, a Cônsul do Uruguai em Jaguarão  Susana Rivero, o Vice-Cônsul do Brasil em Rio Branco, Sérgio Ribeiro, e os vereadores Oberte Paiva, Rodrigo Machado da Costa e Miriam Coelho.
Integrando a programação, foi realizada uma mesa de debate intitulada “Construindo o SMC”, que contou com uma palestra do Professor Gabriel Chatti, coordenador do Curso de Produção e Política Cultural, da Unipampa, e com a apresentação da Lei que institui o Sistema em Jaguarão, pela Secretária Adjunta de Cultura e Turismo, Andréa Lima.
O dia 12 foi voltado à formação de um grande grupo trabalho entre os participantes do evento e ao debate e elaboração de propostas que foram aprovadas em plenária, que deverão ser incluídas entre as metas do Plano Municipal de Cultura.  Durante a noite, com grande participação popular, aconteceu a eleição dos representantes da sociedade civil para o Conselho Municipal de Política Cultural (CMPC). Este órgão colegiado consultivo, deliberativo, normativo e fiscalizador, integrará a estrutura da Secretaria de Cultura e Turismo e terá como principal atribuição, com base nas diretrizes da Conferência, elaborar, acompanhar a execução, fiscalizar  e avaliar as políticas públicas de cultura.
Para o secretário de Cultura e Turismo, Alencar Porto, o Conselho Municipal de Política Cultural é de grande importância para o fortalecimento das políticas culturais. “Com essa estrutura, o cidadão  tem espaço de participação, porque o sistema municipal de Cultura age por meio dos conselhos e das conferências, que contam com a participação da sociedade e comunidade artística para a formulação, acompanhamento e aplicação das políticas de cultura, para que todos os projetos tenham continuidade, mesmo com a alternância de governos”, avalia.
O encerramento da Conferência contou com uma bela apresentação do Coral Vox Harmoni,  formado por estudantes da Universidade Federal do Pampa, sob coordenação do aluno Magnum Patrón Sória.


Confira os/as representantes eleitos/as pelos Fóruns Setoriais para o Conselho Municipal de Política Cultural:

Artes Visuais e Artesanato: Mariluci Kersten; Suplente: Nilza Oliveira
Audiovisual: Martha Hentschke;  Suplente: Joseana Silva de Souza
Dança, Música e Teatro: Silvania Affonso; Suplente: Otavio Augusto Gomes Lima
Cultura Afro-brasileira: Eunice Magali dos Santos Almeida; Suplente: Leandro Mateus Almeida Tavares
 Instituições Culturais Não-Governamentais: Magnum Patron Sória; Suplente: Amanda Silva Chagas
Produtores Culturais: Gabriel Medeiros Chati;  Suplente: Bruno Marcelino
Patrimônio Cultural: Carlos José de Azevedo Machado; Suplente: Carlos Caetano

por: Andréa Lima- Secretaria de Cultura e Turismo 









quinta-feira, 7 de maio de 2015




A Secretaria de Cultura e Turismo (Secult) e a Unipampa irão realizar nos dias 13 e 14 de maio, um curso de qualificação ao atendimento ao turista, voltado para os taxistas do município.
De acordo com as informações da Secult o curso acontecerá na Biblioteca Pública a partir das 16h e será ministrado pela professora Juliana Jasper. “O curso será desenvolvido em apenas uma tarde. Disponibilizamos duas datas para que os profissionais possam se revezar”, explica a coordenadora de Turismo, Karla Lemos.
Interessados podem realizar a inscrição antecipada na Secretaria de Cultura e Turismo ( Rua XV de Novembro, 701) ou no dia e local do evento. A inscrição é gratuita e os participantes receberão certificado. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3261.5100, das 8h às 14h.



A 3ª Conferência Municipal de Cultura de Jaguarão será realizada nos dias 11 e 12 de maio de 2015, na Biblioteca Pública, de acordo com a programação que segue abaixo.
O evento será voltado ao debate sobre o Sistema Municipal de Cultura, instituído pela Lei nº 6.102, de 07 de janeiro de 2015.
O Sistema Municipal de Cultura integra o Sistema Nacional de Cultura – SNC e se constitui no principal articulador, no âmbito municipal, das políticas públicas de cultura, estabelecendo mecanismos de gestão compartilhada com os demais entes federados e a sociedade civil.
A 3ª Conferência Municipal de Cultura dará início ao processo de construção do Plano Municipal de Cultura, do Programa de formação na área e ao Sistema de Financiamento através de editais públicos, com o objetivo de democratizar, fomentar projetos e assegurar a todos os munícipes seus direitos culturais.
Na oportunidade, também haverá e eleição do Conselho Municipal de Política Cultural, CMPC, órgão colegiado deliberativo, consultivo, normativo e fiscalizador, integrante da estrutura básica da Secretaria de Cultura e Turismo, com composição paritária entre o poder público e a sociedade civil, que será constituído como o principal espaço de participação social institucionalizada, de caráter permanente, na estrutura do Sistema Municipal de Cultura – SMC.
A 3ª Conferência Municipal de Cultura conta com a organização da Prefeitura Municipal de Jaguarão, através da Secretaria de Cultura e Turismo, em parceria com o Curso de Produção e Política Cultural, da Universidade Federal do Pampa.
Confira a programação e participe!
Programação
11 de Maio
19h – Abertura Oficial da 3ª Conferência Municipal de Cultura
Mesa - “Construindo o Sistema Municipal de Cultura”.
Secretaria Municipal de Cultura e Turismo.
Curso de Produção e Política Cultural (Unipampa).
12 de Maio
08h30min às 09h30minh – Credenciamento
9:30h – Leitura e submissão à plenária do Regimento da 3ª Conferência Municipal de Cultura.
10h – “Qual o papel do Conselho Municipal de Política Cultural?”. Informes e esclarecimento de dúvidas sobre o processo de eleições de representantes da sociedade civil.
10h30min. “Plano de Cultura, Programa Municipal de Formação na área cultural e Sistema de Financiamento à Cultura” – Conjuntura e introdução aos debates.
12h – Intervalo para almoço
14h – Organização dos GT’S sobre:
1. Plano Municipal de Cultura
2. Programa Municipal de Formação na área cultural
3. Sistema de Financiamento à Cultura.
16h – Organização e Sistematização das propostas
16h30min – Submissão das propostas à Plenária.
17h30min. – Coffe Break
18 às 19h – Inscrição de eleitores para a votação do Conselho Municipal de Política Cultural.
19 às 20h – Apresentação dos(as) candidatos(as).
20h às 20h30min – Votação
20h30 às 21h – Apuração
21h – Divulgação dos Resultados
21h30min. Encerramento
Local: Biblioteca Pública. Rua General Marques, 284.

quarta-feira, 22 de abril de 2015



Iª Reunião de Organização do Fórum de Economia Solidária




Foi realizada na tarde de sábado (18/04), na Biblioteca Pública de Jaguarão, a primeira reunião para a formação do Fórum Municipal de Economia Popular e Solidária. A atividade foi organizada pelos participantes da Feira de Economia Solidária de Jaguarão, em parceria com a Prefeitura Municipal.
A atividade reuniu gestores públicos, trabalhadores e trabalhadoras cooperativados/as, associações, pescadores, artesãos, agricultores, estudantes, entidades de apoio e do campo da educação, com representações do IFSul e da Unipampa.
O Fórum Municipal de Economia Popular e Solidária deverá consolidar-se como o principal espaço de discussão, deliberação, construção e implantação de projetos voltados ao fortalecimento da economia solidária na cidade.
A próxima reunião do grupo, que pretende discutir o regimento da entidade, ficou marcada para o dia 27 de abril, às 19h, na Biblioteca Municipal

sexta-feira, 17 de abril de 2015


O escritor Eduardo Galeano será homenageado no próximo Sarau Poético-Literário, que acontece no dia 24 de abril, às 19h, na Biblioteca Pública de Jaguarão. 
A atividade contará com a participação do professor Dr. Carlos Rizzon, do Curso de Letras da Universidade Federal do Pampa, que falará sobre a obra e a trajetória do escritor. Também serão realizadas rodadas de leitura de seus textos e poesias, de forma aberta a participação do público, bem como projeções de conteúdos audiovisuais, focados em sua obra. 
A Sarau Poético-Literário acontece mensalmente em Jaguarão, tem entrada gratuita e conta com a organização da Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal da Educação e do Desporto e da Secretaria de Cultura e Turismo, em parceria com a SIC - Sociedade Independente Cultural.